RSS

Manutenção Preventiva – Parte 4 (final): Cuidando da segurança do seu PC

07 out

Ter um bom antivírus é essencial, mas não é tudo.

computer virus pic 2 large

Há alguns que teimam em não usar um antivírus. Dizem que a máquina fica mais lenta e que o melhor antivírus é o próprio usuário. Concordo, em partes, com algumas justificativas. O computador realmente fica mais lento, por mais leve que o software antimalware seja leve. Afinal, ele tem que analisar todos os arquivos que entram na máquina e isso requer o uso de mais processamento e memória.

A segurança da máquina também depende de como o usuário utiliza seu PC. Entenda que o antivírus é apenas uma ferramenta, pois não há antivírus que seja 100% eficaz. Mesmo assim, ainda é válido ficar pelo menos 90% protegido e os 10% restantes ficar por sua conta, baseado em um comportamento preventivo. Entenda por comportamento preventivo um conjunto de ações que visam evitar ser contaminado. Aí vão umas dicas:

Cuidado com e-mails, mesmo que sejam dos seus contatos! Contaminação por mensagens de e-mail é mais comum do que imagina. E-mails que falam de notícias internacionais, alertas de segurança de bancos e convites para visualizar fotos e aproveitar promoções são ótimas iscas para desavisados. Clicar nesses links pode conduzir você para uma página falsa ou instalar automaticamente um programa espião no seu computador capaz de capturar tudo que digita no seu teclado, incluindo logins e senhas de acesso. Não se engane: até mesmo e-mails de seus contatos podem ser perigosos! Um ladrão de senhas pode ter acesso ao e-mail do seu amigo e enviar um e-mail mal-intencionado para você. O pior é que muitos antivírus não conseguem detectar imediatamente esse tipo de ameaça, pois são ameaças ainda não conhecidas e pode levar um tempo para seu antivírus saber o que fazer com elas. Isso nos leva a outro ponto importante.

Mantenha seu antivírus atualizado! Saiba que um programa de segurança desatualizado é porta de entrada para vírus. Isso mesmo! Como já escrevi no parágrafo anterior, novas ameaças levam tempo para serem detectadas. A empresa de segurança analisa a ameaça, cria uma vacina para ela e coloca na sua base de dados. Seu programa antivírus atualiza a base de dados e se torna capaz de identificar e remover a ameaça. Por isso, é importante atualizar seu programa de segurança todos os dias, para ele proteger seu computador de ameaças mais recentes. Mesmo que não tenha internet, é importante fazer essa atualização, pois pendrivers contaminados é outra porta de entrada comum. Algumas soluções de segurança permitem que baixem o banco de assinaturas de vírus do site da empresa e instalem na máquina que está sem internet.

Não use mais de um antivírus na mesma máquina. Este é um erro comum. Ter mais de um software antivírus protegendo em tempo real pode causar uma dor de cabeça grande. Não pense que ter 10 antivírus instalados vai te deixar 10 vezes mais protegido. Primeiro, o sistema vai ficar mais lento ainda já que precisa de bem mais poder de processamento. Segundo, pode ocasionar um conflito entre eles. Sua máquina pode parar de responder, desligar de repente, causar travamentos e um antivírus pode até identificar o outro como ameaça. O melhor mesmo é ter apenas um programa de segurança protegendo em tempo real. Se suspeita que seu antivírus deixou passar algum malware, faça um escaneamento com antivírus que não oferece proteção em tempo real (esse você pode deixar instalado junto com seu programa atual) ou experimente fazer um escaneamento on-line no site da empresa de segurança.

Não use programas piratas. Poucas pessoas não se ligam nisso. Antigamente, usar um programa pirata era apenas usar um serial de outra pessoa e colocar no programa. Hoje, com o avanço nas técnicas para identificar se um programa é legítimo ou não, usar um serial não basta e muitos são obrigados a recorrer a programas que burlam a ativação do programa. O Windows Vista e 7, por exemplo, identificam on-line se o serial é válido ou não (se já foi usado por mais alguém). Para piratear, é necessário usar um programa que burla a ativação do Windows. Aí está onde mora o perigo. Esses “programinhas”, além de “ajudá-lo” a ativar o programa, podem também instalar programa espião ou até comprometer todo o sistema. Os antivírus até avisam sobre a ameaça, mas você ignora para poder usar seu programa favorito. Você só descobre o problemão que arranjou quando sua conta de e-mail, sua senha do banco e cartões de créditos são roubados e usados por alguém, ou quando sua máquina não liga mais e seus arquivos digitais como músicas, fotos e vídeos desaparecem ser deixar explicações. Entendeu agora a seriedade do problema?

Bom, tudo isso que falei foi só para alertá-lo da importância de se ter um comportamento preventivo. Você é o principal responsável em proteger sua máquina, não seu antivírus. Ele é apenas uma ferramenta. Alguns me perguntam qual o melhor antivírus, mas isso é muito relativo, pois depende como cada um usa seu PC e o nível de conhecimento da pessoa. O Microsoft Security Essentials é bem simples e fácil de usar, mas não está preparado para ameaças recentes. O Comodo Internet Security Premium oferece um nível de proteção mais elevado, mas tem que se ter um conhecimento avançado para usá-lo corretamente. Futuramente, escreverei sobre algumas soluções de segurança consideradas mais eficientes.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 07/10/2011 em Segurança

 

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: